Blogger Template by Blogcrowds

Mariana Chorou

Mariana chorou
Recordações não fazem bem
Algumas trazem pesos antigos à tona
E os olhos não seguram
Os olhos não têm força.

Mariana chorou
Recordações são como pedras
Se no caminho, atrapalham
Se no sapato, incomodam
Pedras viram obstáculos.

Mariana chorou
Recordações vêm pra ferir
Palavras mal ditas viram palavras malditas.
E têm um peso imenso.
Palavras machucam como pedras.

Mariana chorou
Recordações são, enfim, recordações
Músicas apertam o peito
Melodias que nos traduzem e letras que nos refletem.
Músicas transformam nosso sentir.

Mariana chorou
Recordações estão pra sempre.
Cartas guardam sentimentos de certos momentos.
Cada palavra é um esforço pra dizer o que sente.
Cartas são, na maioria, verdadeiras.

Mariana chorou
Recordações resgatam sentimentos.
Os momentos são todos revividos.
Mesmo só em pensamento, eles existem
Os momentos merecem uma segunda chance.

Mariana chorou
Recordações não são sempre tristes.
Recordações são de qualquer lugar, pessoa ou momento
Recordações são vidas que retornam pra nos fazer sentir
Recordações são paixões e pedidos de perdão
Recordações são arrependimentos e um novo começo
Recordações são flores secas em livros
Recordações são fotografias que nos levam pra qualquer lugar
Recordações são músicas que tocam no coração e o fazem sangrar
Recordações são músicas que tocam na alma e nos fazem chorar
Recordações são músicas que tocam e nos fazem pular
Recordações são cartas que traduzem verdades
Recordações são corações abertos e vivos
Recordações são momentos que voltam pra sabermos o quanto foram bons
Recordações aparecem em forma de sorrisos e lágrimas
Recordações transbordam de nossos olhos
Recordações são vidas bem ou mal vividas, e apesar de tudo trazem experiências.
Recordações vivem como nós e, às vezes, parecem até mais vivas que nós mesmos.

Mariana chorou.
Mariana recordou.
Mariana sorriu.

6 comentários:

Fui a primeira a comentar...o/

Que lindo...e ainda mais com o meu nome!!!!

=***

21 de outubro de 2008 20:08  

Boas recordações para sorrir.
Melhor assim

22 de outubro de 2008 07:15  

Ler esse poema me fez sentir assim...
Como se já estivesse no céu!!
;-)

22 de outubro de 2008 14:56  

Recordações como lembrança do que passou, deixou saudade ou não, sim! Como aprendizado e crescimento, oba! Mas como tristeza e arrependimento...hun...de jeito nenhum!

Por isso sou como Mariana.

Fernanda chorou.
Fernanda recordou.
Fernanda sorriu.

;)

Bjus!

23 de outubro de 2008 09:29  

se a gente lembra só por lembrar
do amor que a gente um dia perdeu
saudade inté q assim é bom
pro cabra se convencer q é feliz sem saber
pois não sofreu
porém se a gente vive a sonhar
com alguém que se deseja rever
saudade então assim é ruim
eu tiro isso por mim
que vivo doido a sofrer!!!

25 de outubro de 2008 12:42  

ou aquela outra:

nunca tivera eu querido
dizer palavra tão louca
bateu-me o vento na boca
e depois no teu ouvido

25 de outubro de 2008 12:43  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial