Blogger Template by Blogcrowds

Última Viagem

Preciso esquecer de tudo
Mas a alta velocidade só me faz lembrar
Essa música parece me deixar surdo para o resto
Só ela, só ela.

Me bate nos ouvidos como se nunca fosse acabar
E ela recomeça junto com a minha agonia
Não adianta trocá-la
Nesse momento, só ela que me entende
Embora eu não queira acreditar

Os carros passam e as buzinas falam
Dizem que eu me oriente
Eu não posso
Não há como me orientar

Choro e de olhos fechados me preparo para o meu final
Não esperava que viesse tão cedo

Os vidros fechados me sufocam
E ouço o nada me convidar
Não consigo nem mais escutar a música
Solto minhas mãos e as levo à cabeça

As lágrimas vão banhando meu último caminho
A eternidade talvez me espere
Talvez me rejeite
E eu vou rezando para merecer, enfim, o pedaço de paraíso que não mereci em vida.

3 comentários:

Nossa...tô chocada!
Que final impactante..."E eu vou rezando para merecer, enfim, o pedaço de paraíso que não mereci em vida".


Que a música e a velocidd te (nos) liberte...!

Bjus

10 de outubro de 2008 01:30  

vige!
boa sorte. vou rezar pra que "tu" mereça!

10 de outubro de 2008 22:46  

Cara, você escreve muito bem! Passa muita emoção, passa muita história em poucas palavras.
Eu vejo cenas quando leio. E nessa vi uma cena triste, com pedido de redenção. Parabéns mesmo pelo maravilhos jeito que você escreve.

10 de outubro de 2008 22:55  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial