Blogger Template by Blogcrowds

Entrega (Sem Volta)

Elevo meus braços ao céu
Elevo junto a minha alma e sinto que lá logo chegarei.

Respiro fundo o profundo mar
Sei que foi lá que banhei minhas alegrias
E sei que elas continuam lá.

Piso a areia branca
Aceito que sua clareza me confunda e me faça turvo.

Ao retornar, vejo minhas pegadas apagadas e penso:
"Será que tudo que eu fiz nunca vai deixar marcas mais fortes? Nunca serão registradas as minhas atitudes? Não poderei jamais provar os meus feitos?"

Então me sento nessa mesma areia branca
Deixando que a leve brisa
leve e traga de volta meus pensamentos e divagações.
Meus momentos e reflexões confessadas ao mar

Ah, o mar!!!
Esse guardou dentro de si todos os meus segredos.
Tudo que fui e que seria.
Mas eu resolvi buscar de volta todos os meus segredos.
Tudo que confessei.

Nem adianta.
Continuo lá junto a eles.
Deixo me embriagar pela água salgada e entrego ao céu, de braços elevados, minha alma também elevada.

Fecho os olhos num sorriso
E vejo que tudo que me falta já não me faz mais falta.

Entrego-me ao mar e ao céu
E é agora que, sem me sentir, sinto-me completo.

37 comentários:

vento no litoral

4 de julho de 2008 17:25  

e o nosso projeto? outras referências: www.papelpop.com
e www.tedouumdado.com.br

totalmente diferentes daqueles outros!

4 de julho de 2008 17:26  

nossa.....li duas vezes e não sei ao certo se é isso mesmo que entendi....mas de qualquer forma, como tudo que tenho lido aqui é lindo e poético.
Grande abraço
Felipe

www.muitoadeclarar.zip.net

4 de julho de 2008 17:42  

Que profuuuundo!! Adorei!

4 de julho de 2008 18:08  

Fiquei um tempo sem passar aqui e agora qndo eu volto, percebo que talento é uma coisa sem fim pro Flavitcho msmu...
Que com o tempo só aumenta!
Tá lindo...
Poeta =)

bjooo

4 de julho de 2008 18:14  

Não curto muito poesia,nunca entendo muito bem o que o poeta quis falar,mas sei la vai do do gosto de cada um.

Boa sorte.

5 de julho de 2008 18:47  

Flávio, muito obrigado pelos comentários no meu blog, espero que continue a comentar.

Essa referência ao mar eu gostei muito, ta muito presente em meus textos também, pra mim não tem nada melhor que parar, observar e fazer reflexões diante do mar, um lago, que
seja. São como "muros de lamentações", ou menos dramatico, pensamentos.

Legal cara, abraço!

5 de julho de 2008 18:58  

Enchi meus olhos de lágrimas!!!

massa!!

5 de julho de 2008 19:51  

Apesar de não ser o maior fã de mar, gostei das ligações que você fez com ele e certo sentimentos

5 de julho de 2008 20:00  

cara..
mto bom o poema.
conseguiu mesclar muito bem nosso clima tropical com boa poesia.
parece ateh mpb!

abços

tremanet.wordpress.com

teatro e cinema na internet

5 de julho de 2008 20:11  

Legal seu poema.

http://semideiaa.blogspot.com/

5 de julho de 2008 20:30  

Ah, o mar....como ele é um bom local para relaxar e esquecer dos problemas...mto bom seu poema!

Aqui, quero lhe convidar para passar no meu blog, o Café com Notícias.

Abcs,

=]
__________________________
http://cafecomnoticias.blogspot.com

5 de julho de 2008 20:50  

Excelente prosa/poesia!

Bem Profundo!

http://iblogworld.blogspot.com/

IBlog, divulgação e propaganda é com agente!
Participe!

5 de julho de 2008 22:22  

Curta, simples, Excelente, Parabéns!

Muito bom pra quem tem pouco tempo!!

http://iblogworld.blogspot.com/

IBlog, divulgação e propaganda é com agente!
Participe!

5 de julho de 2008 22:23  

Juro que ouvi o barulho do mar ao ler os seus versos.

Bota aí uns acordes de violão que tu vai ganhar o país

5 de julho de 2008 22:35  

O mar é um ótimo confidente
Esvaziar e se renovar
É se sentir por completo

E que seja assim

5 de julho de 2008 23:27  

Menino, que coisa densa, hein?
Densa, intensa.
Verdadeira!
Cativante e comovente.
Sincera!

7 de julho de 2008 21:33  

Lendo, revivi momentos em que fui renovar minhas forças na praia, me energizando e deixando me livrando das energias ruins.

Meu blog: http://lasanhadeabobrinha.blogspot.com/

7 de julho de 2008 22:43  

Já te falei algumas vezes que me identifico mto com a sua escrita, né?!Rs... e hj não foi diferente. " Fecho os olhos em um sorriso/ e vejo que tudo q me falta já não me faz mais falta". É bom sentir-se leve, não?!

Procure um " barco" pra vc tb, lhe fará bem...

Bjs!

8 de julho de 2008 00:01  

Sempre dando muito o que pensar!
Sempre!
Eu adoro o mar!

Tu escreve muito!

8 de julho de 2008 10:00  

cara..bonito..mas eu não curto esse tipo de blog!
http://pedropyratero.blogspot.com/

8 de julho de 2008 20:06  

Muito massa...
o texto ta muito bom..
boas sortes ai com seu blog
=D
in te ++

>>RÁDIO BAGACEIRA<<
http://radiobagaceira.blogspot.com/
OU
http://radiobagaceira.vai.la/

8 de julho de 2008 20:49  

Olha, esse seu texto foi um dos poucos que li por aí e entendi, ou pelo menos fez algum sentido na minha cabeça. Muito bacana, não sou muito fã, mas gostei bastante.

Até mais e nos visite também qualquer dia.

Bruno Monin > BloGZinho.com

8 de julho de 2008 20:56  

Que profundo isso. O desapego como forma de elevação espiritual e felicidade do espírito. O sentir-se liberto.

Bjo

9 de julho de 2008 12:31  

Versos profundos....
massa !

http://lhmartins.blogspot.com/

9 de julho de 2008 23:16  

Escreves mto bem mocinho!!! que delicia a atmosfera a que seu poema nos remete. Parabéns.

escrevas mto e sempre pois é delicioso poder viajar para lugares maravilhosos sem ao menos sair de casa ou se ausentar da rotina.

Sucesso!!

9 de julho de 2008 23:20  

excelentes post :), você escreve bem, e passa conformismo a quem ler :)

muito interessante

10 de julho de 2008 00:16  

Ahhh o mar!
Que vontade de um dia poder conheçê-lo!
Seu poema só me fez ter mais vontade de um dia ir no litoral!

10 de julho de 2008 18:40  

aaiaai
me imaginei na praia agora,
ouvindo o barulho do mar e caminhando na areia :D

heueheu'

muito, muito bom!

Beeijão :*

10 de julho de 2008 18:45  

lindooooo meu queridooooo... adorei
e sabe tenho essa relação como mar... as vezes so ele me consola como eu preciso...
bjssssssssss

10 de julho de 2008 18:58  

muito bom... divagações que nos fazem refletir a vida!! Parabéns

http://repostasnuncaperguntadas.blogspot.com/

10 de julho de 2008 19:13  

"Será que tudo que eu fiz nunca vai deixar marcas mais fortes?"

acho que todo mundo em algum ponto se perguntou isso né..
ótima escrita sr..
gosto dos seus blogs.

grande abraço.

10 de julho de 2008 19:51  

gostei da harmonia existente em seu poema.



Abracos

10 de julho de 2008 20:06  

Muito bom.
Me senti na praia agora... Relaxando....
Muito bom mesmo!
=)

10 de julho de 2008 20:22  

obrigada pela visita ao meu blog, e gostei da idéia sobre educar as crianças. :]

a propósito, seu post foi lindo!
muito bom.

beijo

11 de julho de 2008 15:27  

sublime...
bela união com o natural perfeito

belas imagens e uma alma... full...

preciso de uma entrega dessas, urgente


filoesias?

http://artepoiesis.blogspot.com/

11 de julho de 2008 17:06  

Kra, passando na blogosfera encontrei o seu blog e curti pra caramba...vou te add no meu blog blz?

Abç!

http://biblinotas.blogspot.com

12 de julho de 2008 23:21  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial